sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Cristina Braga no Jô - 06/11/2008

Release

"Cristina Braga tem sido grande responsável pela divulgação da harpa no Brasil. Com seu trabalho consistente tem mostrado que seu instrumento, além de solar com orquestras também tem alma brasileira, tocando samba, choro, bossa, em seu instrumento, participando de inúmeros projetos de música clássica e popular sempre com a mesma desenvoltura.

Foi aluna de Acácia Brazil no Rio de Janeiro, formada pela UFRJ, onde alcançou o prêmio de distinção máxima Medalha de Ouro e de Susann MacDonald nos EUA. Tem doze discos gravados, alguns lançados também no Japão, Taiwan e EUA.

Ocupa o cargo de 1a. Harpista da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro aonde tocou sob a batuta de nomes como Mistislav Rostropovich, Gabor Oetvos, Karl Martin, José Maria Florêncio, Mário Tavares, David Machado e Sílvio Barbato, entre outros, acumulando grandes elogios.

Com a mesma naturalidade acompanhou o rei do samba de breque Moreira da Silva, aprendeu a pedalar bossa-nova tocando com Peri Ribeiro, estrelou um show de samba tocando Noel Rosa e Cartola na harpa com direção de Haroldo Costa e locução de Sargentelli, tocou com as divas eternas Angela Maria e Nara Leão, Ana Carolina e Zizi Possi, colocou harpa no rock nacional acompanhando os Titãs, e tem participado de apresentações ao lado de Lenine.

Participou de gravações em discos de Nando Reis, Zeca Baleiro, Zélia Duncan, Marisa Monte, Taiguara, Bia Bedran, e fez a trilha sonora ao lado de Ricardo Medeiros, para o documentário sobre Fernando Lemos de Guilherme Coelho, e o filme Amigo Invisível de Maria Letícia.

É uma das diretoras do Congresso Mundial de Harpas e idealizou e dirigiu por quatro edições o Festival Vale do Café, nas montanhas da região histórica do café, no Rio de Janeiro.

www.cristinabraga.com

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Veja, pessoal, o Helio Filho, do Mix Brasil, falou bem legal do Rato:
http://mixbrasil.uol.com.br/mp/upload/noticia/3_48_69503.shtml

sábado, 25 de outubro de 2008



Um vampiro errante transitando nas noites de Brasília.
Juntamos a decadência com o poder deste nosso País singelo.

quinta-feira, 28 de agosto de 2008



Meu camadara Delano me enviou essas fotos do make off do SANGUE DO MEU SANGUE.

Saudades da rapazeada.


sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Lua Singela

Finalmente consegui terminar a edição do clipe Lua Singela gravado em Brasília.
Ficou muito interessante, porque a Lua Singela é sobre um vampiro meio decadente, então juntamos a decadência com o poder.
Dessa vez o vampiro foi mais esperto querendo sugar o sangue do poder deste pais tão singelo. (risos)

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Ontem Luís se apresentou na Fnac
e foi um sucesso. Fomos muito bem recebidos.
Estou amando Brasília. É outro mundo e muito
interessante. Hoje à noite terá outro show
no Projeto Conexão. Cabeto Rocker e Marcelo Kxueira
estão fazendo uma bela produção.

Salve, salve...

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Olá pessoas!
Nesta 1ª edição,O poeta, compositor e cantor Luís Capucho mostra seu trabalho junto com Paulo Baiano (músico convidado) além de fazer a conexão musical com músicos da cidade. Nascido em Cachoeiro do Itapemirim, Niterói, Luís Capucho construiu uma arte visceral e sincera.A canção “Máquina de Escrever”, uma parceria com Mathilda Kóvak, foi o primeiro sucesso nacional de Pedro Luís e a Parede e voltou às rádios, três anos depois, na voz de Patrícia Amaral. Outro sucesso, “Maluca”, foi gravado por Cássia Eller no disco “Com Você Meu Mundo Ficaria Completo”.Luís Capucho é autor do romance Cinema Orly, lançado em 1999 e ganhador do prêmio Arco-íris (2005), na categoria literatura. Estará em Brasília lançando seu mais novo livro "Rato", pela editora Rocco, além de mostrar seu trabalho musical no Projeto Conexão.
Basta, chega de apresentações! Capucho é pura poesia.

http://luiscapucho.blogspot.com//

quinta-feira, 19 de junho de 2008



Eu e Luís navegando pelo mundo...heheheheh

Amor, meu grande amor - Angela Ro Rô

Finalmente, depois de anos, consegui realizar um dos meus sonhos que foi assistir (ao vivo) a Ro rô que me fez tanto chorar no passado, porém, Luís disse que o show dela está menos dramático, menos visceral. Essa é a a Ro rô do séc. XXI, mais magra, pura e de cabelos grisalhos. Salve a Ro Rô.

domingo, 13 de abril de 2008

Entrevista de Luís Capucho no MIXBRASIL.

oi, amigos,O Rato foi o mais votado na primeira etapa do jogo.E, agora ele ta na competição. Seu primeiro jogo será com o Contramão, do Henrique Schineider.Se o juiz apitar mal e o Rato sair de campo, ele poderá voltar na repescagem, se for o mais votado. Vote outra vez? Repasse esse e-mail para os amigos?é aqui: http://copadeliteratura.com/um beijo,obrigado,luís.